Reaching the Rich World’s Poorest Consumers

Um artigo, na Harvard Business Review, de Muhammad Yunus, Frédéric Dalsace, David Menascé e Bénédicte Faivre-Tavignot sobre Social Business enquanto nova abordagem, que pode ser utilizada pelas empresas, ao problema da falta de acesso a produtos e serviços por parte da população mais pobre, nos países ricos. Neste artigo é descrito o modelo e projetos do Action Tank França e como foi replicado em Portugal e na Bélgica. Recomendamos a leitura.

Polo Positivo vai ajudar IPSS a pouparem energia

polopositivo

ADENE – Agência para a Energia, a Sair da Casca – Consultora em Desenvolvimento Sustentável e a ENTRAJUDA – Apoio a Instituições de Solidariedade Social, acabam de lançar o Polo Positivo, um programa que tem como objetivo melhorar a eficiência energética em Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS).

Concebido no âmbito do Plano de Promoção e Eficiência no Consumo de Energia Elétrica 2013-2014, promovido pela ERSE – Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, o Polo Positivo vai abranger numa primeira fase 50 IPSS selecionadas para este programa que, no final do ano, irão ver reduzido o valor da sua fatura de eletricidade, permitindo-lhes assim pouparem recursos financeiros e aplicá-los na sua missão social.

Depois de uma primeira fase, que incluiu um processo de candidatura das IPSS ao Polo Positivo, ao qual se candidataram a nível nacional 334 IPSS, foram selecionadas 50 instituições que, até ao final do ano, irão beneficiar do apoio deste programa. Conheça aqui as instituições abrangidas.

Através do Polo Positivo será realizado, em cada uma das IPSS, um diagnóstico de eficiência energética, que inclui um programa de medidas acompanhado de um plano de formação e sensibilização adequado a cada uma das instituições, sendo posteriormente assegurado por técnicos especialistas a monitorização dos resultados. Cada instituição ficará a conhecer a fundo as suas fragilidades a nível da eficiência energética e a forma como pode reverter a situação.

Para os parceiros do Polo Positivo, este programa reúne um conjunto de vantagens para as IPSS que dele beneficiam instituições. “Acreditamos que a adoção de comportamentos e práticas mais eficientes no consumo de recursos energéticos permitirá às IPSS pouparem recursos financeiros, orientando-os para a sua missão social”, afirma Gabriela Prata Dias, Presidente da direção-geral da ADENE.

Para Nathalie Ballan, Partner da Sair da Casca, “O Polo Positivo pode significar o primeiro passo destas instituições na gestão mais sustentável dos seus recursos, tornando-as mais eficientes e eficazes na sua atividade”.

Isabel Jonet, Presidente da ENTRAJUDA, realça “a importância da sustentabilidade económica das IPSS e das iniciativas que contribuem para este objetivo, considerando que a energia poupada reverterá a favor de quem mais precisa”.

O programa Polo Positivo decorre de 12 de Abril a 31 de Dezembro de 2015. No final do ano serão divulgadas as 10 IPSS que obtiveram os melhores resultados ao nível da eficiência energética.

A Caixa e a Sair da Casca promovem o Voluntariado jovem em 125 escolas

CGD YVT

O Programa Young VolunTeam é uma iniciativa da Caixa Geral de Depósitos, em parceria com a Sair da Casca e a ENTRAJUDA, para a promoção do Voluntariado nas escolas do Ensino Secundário e sensibilização de toda a comunidade educativa para a prática do voluntariado como expressão de cidadania ativa. Este ano, o programa alargou a sua atuação para 125 escolas secundárias de todo o país, tendo chegado pela primeira vez aos Açores e à Madeira.

Neste terceiro ano, o do Instituto Português do Desporto e da Juventude e a SEA – Agência de Empreendedores Sociais também se aliaram ao programa, juntando-se à Direção-Geral da Educação do Ministério da Educação e Ciência e ao Programa Juventude em Ação da Comissão Europeia.

Em termos de resultados ao longo dos últimos dois anos de Programa, os alunos participantes mobilizaram cerca de 70.000 colegas nas suas escolas e dinamizaram sessões de formação para o Voluntariado no Ensino Básico. Nas suas escolas realizaram ações, campanhas e projetos de voluntariado, desenvolvendo parcerias e envolvendo 235 entidades beneficiárias, tendo angariado 70.337 kg de bens alimentares, 556 kg de tampinhas, 7.884 kg de papel para reciclagem, 4.205 kg de roupa e brinquedos, 1.955 kg de livros e ainda 31.735,00€.

Estudo sobre Consumo Sustentável

A Sair da Casca associou-se a uma investigação sobre o Consumo Sustentável, no âmbito de um doutoramento em Marketing pela Universidade Complutense de Madrid e pelo Instituto Superior de Economia e Gestão. O estudo tem por objetivo perceber a relação existente entre a consciência ecológica do consumidor e o seu comportamento de compra de produtos verdes. Mais concretamente pretende-se aferir quais as motivações e obstáculos inerentes ao processo de compra e qual o impacto dos valores culturais.

Este estudo está a ser realizado em Portugal e em Espanha e as conclusões permitirão um maior conhecimento sobre o comportamento de compra de produtos verdes na Península Ibérica.

A autora é a Carolina Afonso é coordenadora executiva da Pós-Graduação em Gestão da Sustentabilidade do ISEG, onde leciona marketing e autora do livro Green Target sobre o comportamento de compra de produtos verdes.

Temos o maior prazer em convida-lo a participar nesta investigação através do preenchimento deste questionário.

Dia das Jovens Mulheres nas TIC 2015

Girls_2015_Parceiros_Sair-da-Casca

A Sair da Casca é parceira da Fundação Portuguesa das Comunicações na comemoração do Dia das Jovens Mulheres nas Tecnologias de Informação e Comunicação 2015 (Girls in ICT Day), que este ano se comemora no próximo dia 23 de abril. Foi uma resolução da União Internacional de Telecomunicações com o objetivo de defender os interesses e oportunidades das jovens mulheres e incentivá-las a escolher uma carreira profissional neste setor. A Fundação das Telecomunicações irá desenvolver alguns eventos e ações, nomeadamente através de um desafio lançado às escolas.

54 projetos vencedores da Missão Sorriso de 2014

A cerimónia de encerramento da 12ª edição da Missão Sorriso Continente, decorreu no passado dia 10 de fevereiro no Hospital de S. João, no Porto. Durante a cerimónia foram anunciados os 54 projetos vencedores desta edição, que irão receber a verba angariada ao longo do ano de 2014 para levarem a cabo projetos que visam melhorar a qualidade de vida da população em áreas como a promoção da saúde e qualidade de vida das crianças, o envelhecimento ativo e a luta contra a fome.

Sair da Casca subscreve as Linhas de Orientação para Investidores e Financiadores Socialmente Responsáveis

GRAIS

A Sair da Casca subscreve as Linhas de Orientação para Investidores e Financiadores Socialmente Responsáveis, uma iniciativa do Grupo de Reflexão para a Avaliação do Impacto Social (GRAIS).

As Linhas de Orientação para Investidores e Financiadores Socialmente Responsáveis resultam de um trabalho de reflexão conjunto sobre a problemática da avaliação de impacto social em Portugal, que envolveu empresas, fundações, universidades, o Estado e organizações da economia social.

A montante do tema da avaliação está a necessidade de uma maior transparência, quer dos critérios de alocação de donativos ou investimentos da parte dos financiadores, quer da eficiência e pertinência dos investimentos no “terreno”. Num contexto em que as empresas são cada vez mais solicitadas pelas estruturas da economia social, as Linhas de Orientação recomendam também às empresas “definir parâmetros de atuação, que (…) permitam efetivar políticas de responsabilidade social consequentes”.

A Sair da Casca felicita-se por esta iniciativa, e compromete-se a divulgar os seus princípios, em linha com as recomendações que fez no contexto do estudo que levou a cabo sobre os donativos em Portugal.

Missão UP e o Festival Play

A Missão Up e a Galp Energia são os patrocinadores oficiais da 2ª edição do Play, festival internacional de cinema infantil e juvenil de Lisboa. Este patrocínio vai permitir que cerca de 1600 crianças, de várias escolas do país, possam assistir, nos dias 5 e 6 de fevereiro, a sessões especiais de filmes sobre os temas da energia e sustentabilidade.

A Missão UP – Unidos pelo Planeta é um projeto educativo desenvolvido pela Galp Energia, com o apoio da Sair da Casca, dedicado à temática do consumo de energia. E que se dirige às crianças do 1.º Ciclo, entre os 6 e os 10 anos, mas também aos seus Professores, Encarregados de Educação e Pais.

O Play decorre no Cinema São Jorge de 31 de janeiro a 8 de fevereiro.

I&S – Ideia Simples. Ideia de Sucesso da Fundação PT

ideiasimples_602x602

A Sair da Casca tem o prazer de anunciar o lançamento do “I&S – Ideia Simples. Ideia de Sucesso” para quem quer criar um “modo de vida” e não sabe como. Este projeto surgiu no seio do Action Tank Portugal, uma aliança informal de diversas entidades, gerida pela Sair da Casca, que pretendem contribuir para a inclusão social através de uma abordagem assente em modelos/iniciativas empresariais.

O I&S é uma plataforma que integra um vasto conjunto de parceiros que, passo a passo e de forma simples explicam todos os passos necessários para criar ou estruturar um negócio e para o colocar online.

De acesso gratuito e disponível em multiplataforma (PC, telemóvel e tablet), o I&S pretende simplificar a informação sobre os passos a dar para a criação de um negócio e listar todos os princípios e práticas que cada empreendedor deverá ter em consideração para desenvolver um negócio robusto, com baixos custos e que lhe permita ter um crescimento sustentável.

A ideia subjacente à preparação desta plataforma é a de transformar Ideias Simples em Ideias de Sucesso. Ou seja, facilitar a criação de micro, pequenas ou médias empresas suportadas na comercialização online das habilidades e saberes de cada jovem, adulto e/ou de cada desempregado, de uma forma ao mesmo tempo simples e estruturada. Os parceiros desta plataforma acreditam que é fundamental simplificar e estimular a criação de “emprego próprio” com o firme propósito de dinamizar a economia familiar e a do país.

O I&S resulta do sentido de responsabilidade social da Fundação PT – que promoveu e desenvolveu a respetiva plataforma -, e dos parceiros que a ela se associaram – que simplificaram, ajustaram e disponibilizaram informações e/ou ofertas comerciais -, pretendendo ser um projeto para capacitar e estimular cidadãos, sem rendimentos e/ou com baixos rendimentos, a criarem negócios próprios que não só lhes melhore a qualidade de vida como também lhes permita serem produtivos e agentes ativos na dinamização da economia nacional.